sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Escalada em Gelo na Serra da Estrela

No fim de semana de 14 e 15 de Fevereiro, aproveitamos a janela de bom tempo e o facto de ser fim de semana prolongado de Carneval, para arrancar para a Serra da Estrela. Não havia nenhum programa pré-determinado. Apenas sabiamos que estava a decorrer o encontro do Neve-Estrela da ASE e que amigos nossos estariam acampados no Covão da Metade. Assim sem planos o Nuno Rodrigues, a Silvia Batista e eu fomos também para a serra.

Já chegamos no Sábado tarde, montamos nosso acampamento "cigano" com direito a fogueirinha. Quem quiz cozinhou ao lume, à boa moda das nossa avós, e como acopanhamento do jantar houve "vinho quente" ( lembrei-me de vocês : Rogério e Raúl ;) ) e sobremesa "marshmallows" caramelizados ao lume. Isto de comer só liofilizados ou massas também cansa. Há que variar e ter uns miminhos ;) . E afinal , o carro é que carrega....



Encontramos o Pedro Carradinha ( feliz por ver várias criações dele montadas no covão), o Tiago Bispo e o André e combinamos ir escalar gelo na cascata da estrada.



No Domingo de manhã lá fomos escalar. O Nuno e eu montamos o topo e passado pouco tempo estavamos a escalar. O gelo estava óptimo , o Pedro Carradinha ía nos dando umas dicas , e uns mais fácilmente que outros fomos trepando.

Foi giro,foi cansativo ,mas divertido. Escalar gelo não é tão fácil como parece e os braços ficavam estoirados. O André que era a 1ª vez que calçava crampons parecia um pro! Subiu por ali acima como se fosse nada!

Nessa noite voltamos ao nosso "acampamento cigano". O Tiago e o André vieram " combiber" um pouco connosco. O Covão estava animado. O bar esteve aberto estes dias. A malta da ASE estava no calorzinho do bar a comer a sua feijoca. A organização tinha ateado um fogo de campo enorme à porta do bar, que começou a atrair a malta para o convívio ao lume. Às tantas das nossas tendas ouvíamos e víamos a malta a practicar a dança da chuva dos ameríndios norte-americanos à volta da fogueira. Querem ver que resultou tão bem que é por causa deles que temos estes dias inínterruptos de chuva?
O resultado imediato destas danças é que começou a nevar nessa noite como à muito tempo eu não via nevar. Acordamos em Nárnia! :)
O covão em 24H ficou coberto com o manto branco da neve, em alguns sítios com pelo menos 30cm de espessura. Estava lindo.
Podem ver pelas fotos a transformação.
As nossas tendas desapareceram debaixo da neve. Era impossível resistir de passear no covão a sentir a neve a caír e admirar a paisagem .
Lá às tantas apareceu a GNR e era preciso desfazer as tendas e ir embora. Eles estavam ansiosos para ver o Covão evacuado. Desmancha-prazeres.....
Bem, foi pôr as correntes pedir emprestado uma pá ( não posso esquecer-me de começar andar com uma pá no carro), espetar com as mochilas à pápo-seco( espressão saloia da minha zona ) e irmos embora aproveitando a boleia do limpa-neves.
O dia não acabou sem irmos almoçar ao Trenó na em Manteigas :)
























O quê é isto?






É a Ortik-Igloo do Nuno! :)


















O André em grande estilo.





































O Tiago Bispo.































O Pedro Carradinha.




































Meninos, é assim que se faz....






























































O Nuno também em grande estilo.














































O nosso acampamento cigano.

















As nossas tendas e o Covão 24H antes do nevão.

















Gostam da nossa cozinha? ;)

























2 comentários:

Rotiv disse...

Olá :)
O Blogue dos Manteigas passou por aqui ;)
Parabéns pelas fotos :)
Um abraço,
Visitem: http://bloteigas.blogspot.com/

Alpine disse...

Grandes fotos, e grande transformação entre a rocha nua de sábado e o nevão de segunda-feira. Sorte...
Paula, sabes que com o vinho quente é que me conquistas:)
Beijinhos